32

Os nossos doces são feitos com frutas frescas, naturalment6e secas, resistindo à tentação de usar conservantes, concentrados, ou polpa de fruta e de legumes.  

 

Tentamos ao máximo utilizar as nossas matérias primas localmente para dar o nosso pequeno apoio aos agricultores e produtores locais.

 

A conservação fazia-se com alimentos, frutos ou vegetais, cozinhados em açúcar ou mel. Mas pela dificuldade de abastecimento destas matérias-primas conservantes, os doces eram efetivamente um produto de luxo e servidos como último prato nos banquetes medievais.

 

No século XIX, as compotas democratizaram-se graças à descoberta do açucar de beterraba, tubérculo abundante na Europa.

 

Hoje em dia, os doces de fruta e vegetais assim elaborados constituem um alimento que é fonte de prazer, fácil digestão e, por essa via, apresentam propriedades pacificadoras do organismo.

 

Consumimo-las, se pudermos, de manhã e à noite: em aperitivos, numa tostinha, sobre um assado de borrego com uma colherzinha de geleia de vinho Moscatel, num "éclair" recheado de natas encimado por uma compota de frutos do bosque, ou a sós.

 

Ao que se junta a vontade de experimentar e a elevada inspiração do criador da receita.

 

Delicie-se... 



Adquira já em Charme e Paladares!

 

  • 01
  • Novo portal do Vinho do Porto
  • despesasgratis30
  • ACP
  • 5
  • fale
  • despesasgratis
  • prove
  • despesasgratis30
  • despesasgratis30

Fique Connosco

Subscreva-nos para receber novidades

Siga-nos

fbfb

 

fbfb

IT By Jugais © 2012 Todos os Direitos ReservadosDeveloped by Bsolus.pt

ENTRAR or Become a member

JUNTA-TE A NÓS

Meu Carrinho

 x 
ref.
carrinho vazio

O nosso site usa cookies. Ao navegar no site concorda com o uso de cookies.
«Saiba mais»

Google Analytics Alternative